O que está buscando?
Entrar

Centro Cultural Fiesp reabre dia 15 com exposição inédita do artista José Roberto Aguilar

Público poderá voltar a frequentar os três espaços expositivos do icônico prédio da Fiesp, na Avenida Paulista. A visitação terá que ser agendada e seguirá protocolo aprovado pela prefeitura de São Paulo

 Por: Agência Indusnet Fiesp
14/10/202015:21- atualizado às 15:28 em 14/10/2020

Com anúncio da entrada da capital paulista na fase verde do Plano São Paulo, o Centro Cultural Fiesp se prepara para reabrir para o público na quinta-feira, 15 de outubro. Priorizando a saúde e bem-estar dos visitantes, a instituição adotará rígido protocolo de segurança, funcionando quatro dias por semana (quinta a domingo), em período reduzido, das 13 às 17h, e atendendo apenas o público com reserva agendada previamente pelo sistema Meu Sesi. Uma única reserva dará direito a explorar os três espaços expositivos durante uma hora. 

Das múltiplas possibilidades de fruição artística no Centro Cultural Fiesp, apenas três espaços vão abrir para interação presencial do público neste primeiro momento. São eles: a Galeria de Arte, o Espaço de Exposições e a Galeria de Fotos. Esses espaços expositivos vão operar com 30% de sua capacidade, ampliando o distanciamento entre os visitantes.

Destaque na retomada das atividades, é a estreia da exposição Destinos, o Homem Inventa o Homem, do artista plástico José Roberto Aguilar. A mostra apresenta 69 trabalhos de Aguilar, na sua maioria inéditos, e oferece um panorama da pulsação única do pintor que está na ativa há 60 anos.

Quem ainda não teve a oportunidade de conhecer as exposições Conexões Urbanas e Retratos de Mulheres Por Mulheres, que estavam em cartaz em março, antes do fechamento imposto pela pandemia, poderá agora conferir o trabalho de curadoria de Baixo Ribeiro e João Kulcsár, respectivamente.

 

Protocolo de segurança

Todos os visitantes terão sua temperatura aferida na entrada e será obrigatório o uso de máscara. Em diferentes espaços do Centro Cultural Fiesp, cartazes e sinalizações informam o visitante sobre os cuidados em relação ao distanciamento e a higienização. Dispositivos com álcool em gel estarão espalhados pelos espaços.

O complexo cultural também segue o protocolo de biossegurança aprovado pela prefeitura de São Paulo, e realiza treinamento e disseminação de informações sobre a Covid-19 para os colaboradores que terão contato direto com o público. Além disso, um rigoroso cronograma de limpeza de espaços, superfícies e banheiros será seguido diariamente.

 

Programação

Destinos, o Homem Inventa o Homem | Galeria de Arte do Centro Cultural Fiesp

A estreia da mostra inédita coloca em foco a “balbúrdia criativa” do artista José Roberto Aguilar (São Paulo, 1941) – nas palavras dele próprio. Os 69 trabalhos, quase todos inéditos, oferecem uma panorâmica da pulsação única e original de Aguilar, que comemora 60 anos de atividade, abraçando a pintura gestual, a explosão de cor, a signagem - imagética, do suporte e da palavra. 

A exposição divide-se em duas partes. Na primeira, desfilam âncoras da história do Ocidente, em telas que representam filósofos gregos, artistas, invenções, revoluções e até o futuro. Já para a segunda parte, Aguilar propõe um jogo de personagens/arquétipos. São 35 trabalhos identificados com um destino – como os do atleta, do erótico, do místico, do carnavalesco. A proposta é escolher um número, de 1 a 35, e procurar o quadro e a explicação de seu destino. “São as asas do lúdico abraçando o público” – palavras de Aguilar - na “bagunça imensa desse caldeirão”.

 

Retratos de Mulheres Por Mulheres | Galeria de Fotos do Centro Cultural Fiesp

A mostra apresenta ensaios de importantes fotógrafas contemporâneas como Claudia Andujar, Maureen Bisilliat, Cris Bierrenbach, Marcela Bonfim, Luisa Dorr, Denise Camargo, Ana Carolina Fernandes, entre outras. As artistas investigam as diferentes linguagens e suportes na criação do retrato e discutem temas como: beleza, empoderamento, corporalidade, feminismo, sexualidade, direitos humanos e identidade. Essas narrativas visuais, selecionadas pela curadoria de João Kulcsár, se apresentam como uma ferramenta para explorarem novas formas de posicionar-se na sociedade, bem como, são meio para expressar seus sonhos, sentimentos, desejos e fantasias e destacar o lugar central que as mulheres ocupam na cultura visual.

 

Conexões Urbanas | Espaço de Exposições do Centro Cultural Fiesp

Conexões Urbanas é uma exposição que conversa com a cidade, apresentando todo um universo pop que envolve a cultura urbana do século XXI, passando pela HQ, skate, poesia urbana e lambe-lambes, light art, entre outras. São exibidos desde os tradicionais murais de graffiti até obras interativas de múltiplas linguagens criadas pelos artistas Alê Jordão, Coletivo BijaRi, Daniel Melim, Guilherme Teixeira, Jaca, Mariana Martins, Narcélio Grud, Rafael Silveira, Tec e participação especial de Liquid Media Laab.

Faz parte da exposição também a Ocupação Artística Ad Infinitum, de Presto, artista conhecido pelos grafites que pinta em São Paulo e várias outras cidades do mundo desde os anos 1990. O mural que ele apresenta no Centro Cultural Fiesp representa o ambiente urbano e suas conexões, propondo um diálogo afetivo e emocional com o público. Possuidor de um traço muito fino de spray, o artista desenha personagens oníricos e delicados. Ele toma o ambiente à sua volta colonizando-o com seres e entidades humanizadas, dando ao conjunto, uma familiaridade gentil e carismática que, em geral, se contrapõe à dureza dos muros, das grades e dos prédios onde se instala.

 

Serviço:

Reabertura do Centro Cultural Fiesp: 15 de outubro de 2020, a partir das 13h

Endereço: Av. Paulista, 1313 – em frente à estação Trianon-Masp do Metrô

Funcionamento: quinta-feira a domingo, das 13h às 17h

Entrada gratuita. Agendamento (obrigatório): www.sesisp.org.br/meu-sesi

Agendamentos de grupos familiares (até 4 pessoas) e preferencial: ccfagendamentos@sesisp.org.br

www.centroculturalfiesp.com.br

Leia também