Menu Site
 Por: Elaine Casimiro, Sesi Santo André
17/12/2019 12:40 - atualizado às 12:40 em 17/12/2019

Passaram-se onze meses desde a convocação de Larissa Candido, 16 anos, e Lucas Carvalho, 17 anos, para integrar a Seleção Brasileira de Bobsled e Skeleton pela Confederação Brasileira de Desportos no Gelo (CBDG). E o objetivo da dupla foi alcançada com muito sucesso: os atletas do rendimento do atletismo do Sesi-SP conquistaram as vagas para os Jogos Olímpicos de Inverno da Juventude Lausanne 2020 que serão disputados entre os dias 9 a 22 de janeiro.

“É um pouco engraçado porque eu ainda não tenho noção da imensidão que é isso. É gratificante saber que estou colocando o Brasil entre os melhores países e na modalidade que não estamos acostumados ver no país”, comentou Larissa.

Eles garantiram as vagas no último dia 8 nos Estados Unidos e estão entre os melhores do mundo para principal competição esportivo no gelo. “Estou extremamente feliz pelo meu resultado por ter conseguido a vaga para representar minha pátria na olímpiada de inverno, realizando um sonho de vestir a camisa do Brasil e de ser um atleta olímpico. Me dediquei muito para chegar até aqui e creio que ainda é só o começo”, declarou Lucas.

Os jovens vão competir na prova skeleton. Essa é uma modalidade individual onde o atleta desliza de bruços em um trenó (formato de uma prancha) sobre o gelo. Larissa e Lucas, junto com mais 10 atletas e a comissão técnica formado pela CBDG, embarcam para Suíça no dia 5 de janeiro.

“Estamos imensamente felizes porque acreditamos no melhor de cada pessoa, por direcionar e incentivar na infinita busca de realizações de sonhos. Acredito na fala do nosso presidente Paulo Skaf: “Crescem as pessoas, cresce o Brasil””, declarou o técnico do atletismo do Sesi-SP, Darci Ferreira.

Os jovens foram convocados pela CBDG em janeiro. Ao longo deste ano, a jornada de treinos foi intensa em diversos países: Suíça, Áustria, Canadá e Estados Unidos. “Melhorei bastante a minha pilotagem do começo do ano para cá. Foram boas essas últimas competições classificatórias para a olimpíada e estou bem satisfeita com o resultado. Foram semanas que eu estava 100% nos treinos e sempre melhorando os tempos das descidas. Graças a Deus deu tudo certo e eu consegui a classificação”, contou Larissa.

Após a classificação para os jogos de inverno, Lucas já estabeleceu uma nova meta: ser o melhor atleta de skeleton na olímpiada. “Vou treinar intensamente e focar para esse evento importante de minha vida. Tenho um grande desejo de estar na seleção adulta de skeleton e fazer parte desse time de inverno da seleção brasileira e sempre dar o melhor”, declarou o atleta.


A trajetória dos atletas no Sesi-SP

Além de atletas do rendimento do atletismo também são alunos do centro educacional do Sesi Santo André, onde treinam e recebem as orientações do técnico Darci Ferreira e da técnica do Programa Atleta do Futuro e rendimento esportivo do atletismo, Maria Rosana Soares da Silva.

Lucas e Larissa iniciaram na modalidade do Programa Atleta do Futuro em 2016 e 2017, respectivamente. Logo foram para fase de Treinamento Esportivo e não demorou muito para se destacarem em competições. Em 2018 passaram a integrar a equipe de rendimento do atletismo do Sesi-SP. E neste ano conseguiram levar a marca Sesi até no gelo!

“O Sesi é minha segunda casa. Só tenho agradecer aos meus treinadores Darci e Rosana e a Sede por me liberarem para praticar esse novo esporte que junto ao atletismo tem mudado a minha vida”, contou Larissa que tem planos em conquistar uma vaga para os campeonatos Sul-americanos, Pan-americanos e até as Olímpiadas de Verão.

Para Lucas, o Sesi propiciou oportunidades de correr atrás dos seus sonhos como atleta olímpico. “Tudo isso representa muitíssimo hoje e sempre irá ficar na minha memória. O atletismo e o SESI fizeram de mim quem sou hoje. Além de aprender muito com o esporte, me fez aprender como pessoa. Agradeço intensamente a Deus, minha família, os técnicos Darci e Rosana e todos aqueles que torcem por mim”, declarou Lucas.

LEIA TAMBÉM